[ TURISMO ] Por Sabrina Oliveira

Principais dicas para não passar sufoco na viagem de férias

Publicado em 09 de julho de 2015
Principais dicas para não passar sufoco na viagem de férias

O inverno chegou e junto com ele vem chegando as sonhadas férias de julho. Está certo que nem todo mundo tem essa pausa no meio do ano, mas para quem tem, seguem dicas de como proceder corretamente com as bagagens.

Voos nacionais
Para voos nacionais o peso máximo é de 23 quilos. Crianças com menos de dois anos de idade não tem direito a bagagem. Para voos regionais, em aviões de até 20 passageiros, o limite é dez quilos.

Voos internacionais
Em viagens aos Estados Unidos e África do Sul são permitidos dois volumes de até 32 quilos cada, com no máximo 158 centímetros de dimensão (some altura, largura e comprimento). Para outros destinos, você pode levar um volume de 20 quilos na classe econômica e um volume de 30 quilos na classe executiva ou econômica.

Bagagem de mão
Os passageiros estão autorizados a levar uma bolsa de mão ou maleta com peso máximo de cinco quilos. Veja o que você também pode levar:

  • Um sobretudo, manta ou cobertor;
  • Um guarda-chuva ou bengala;
  • Material de leitura em quantidade razoável;
  • Alimentação infantil para consumo na aeronave;
  • Cesto para transportar criança no colo.
É aconselhável levar na bagagem de mão: joias, dinheiro e papéis negociáveis, além de acessórios eletrônicos em geral.

Não são aceitos os seguintes artigos:
  • Malas ou maletas com dispositivo de alarme;
  • Explosivos, munições ou fogos de artifícios;
  • Gases comprimidos (inflamáveis, não inflamáveis e/ou venenosos), tais como aerosóis;
  • Líquidos inflamáveis, tais como recarregadores de isqueiros, tintas e dissolventes;
  • Sólidos inflamáveis tais como fósforos, artigos de fácil ignição, combustão espontânea ou que emitam gases inflamáveis ao contato com água;
  • Isqueiros de qualquer tipo estão proibidos de embarcar em malas despachadas e ou de mão para os EUA;
  • Materiais oxidantes;
  • Venenos e substâncias infecciosas;
  • Material radioativo;
  • Materiais corrosivos, tais como mercúrio (termômetros), ácido e pilhas;
  • Materiais magnetizados e outros artigos perigosos;
  • Garrafas de oxigênio.


Fique ligado:

Quem utiliza algum medicamento de venda controlada (de tarja vermelha ou negra) deve levar uma receita ou atestado médico e a bula. Certos países, como os EUA, são extremamente rigorosos nesse aspecto e remédios legais aqui no Brasil e em outros países podem ser proibidos por lá. Se você vai para os EUA e pretende levar algum medicamento, especialmente psicotrópicos, informe-se antes no Consulado Americano sobre como proceder.

A legislação fiscal de quase todos os países restringe a quantidade de entrada e saída de álcool e de tabaco, de acordo com as normas de seu território.

O mesmo ocorre com dinheiro vivo: informe-se antes de transportar somas elevadas de qualquer moeda.

Todo mundo sabe que drogas são proibidas no mundo todo. Em alguns países como Malásia, Indonésia e Singapura, as penas são muito severas e podem chegar à condenação à morte.

Considere que durante a viagem você se sentirá tentado a fazer compras, inclusive de roupas. Guarde espaço para elas.

DICAS IMPORTANTES:

Para realizar uma viagem internacional, caso o passageiro precise se deslocar antes até outra cidade no Brasil (trecho nacional), deverá observar o seguinte:

Quando as passagens aéreas, tanto para o voo nacional quanto para o voo internacional forem conjugadas, ou seja, quando houver apenas um contrato de transporte (mesmo se forem de empresas diferentes), o passageiro terá direito à franquia de bagagem do destino internacional;

Quando as passagens não forem conjugadas, ou seja, quando houver contratos de transporte distintos, o passageiro terá direito à franquia de bagagem nacional no trecho nacional e à franquia de bagagem internacional no trecho internacional. No caso de transporte de animais em viagem internacional, consulte a empresa aérea. Para finalizar, Identifique sua bagagem para facilitar sua visualização na sala de desembarque.



Comentários

Foto de Sabrina Oliveira

Sabrina Oliveira

coluna@jornalpress.com.br
Sabrina Oliveira é turismóloga, é uma das proprietárias da MS Travel Agência de Viagens, e vai nos sugerir os mais incríveis destinos espalhados pelo Brasil e pelo mundo.

Compartilhe...

MS Travel