A nova Era da Odontologia no Brasil

Publicado em 19 de maio de 2017
A nova Era da Odontologia no Brasil Foto: Divulgação Os benefícios do abraço Fonte: Divulgação

Em plena era da globalização, algumas mudanças ou adaptações são necessárias nas profissões. A odontologia vem passando por essas mudanças e para melhor.

A aplicação de substâncias como Botox e ácido hialurônico na face e boca, tem ampliado o leque dos dentistas no Brasil. Dr. Bruno Chagas, especialista pelo Hospital Federal de Bonsucesso, explica que a toxina botulínica pode ser usada para estética, atenuando as rugas causadas por movimentos faciais e também para tratamento de dores, como cefaléias tensionais, dores nos maxilares, bruxismo, entre outras.

O resultado é excelente, tanto para a estética quanto para a terapêutica. Porém o tempo de atuação da toxina varia de paciente para paciente. Há algumas restrições, como pacientes vacinados há pouco tempo, ou pacientes com algumas doenças. Para isso, é necessária uma investigação e uma consulta detalhada. O procedimento é realizado sob anestesia local, em ambiente de consultório.

Já o ácido hialurônico pode ser aplicado nas rugas mais profundas, como no "bigode chinês", cita. Também se consegue excelentes resultados em preenchimentos de lábios e nariz. "Vale ressaltar que existem limites de aplicação e quantidade. Não podemos fazer tudo que o paciente quer e nos sugere. Temos que ter bom senso e saber lidar com as vontades deles" enfatiza o Dr. Bruno.

Mas, tudo isto ainda causa muita estranheza nos pacientes. “Ué, dentista aplicando Botox?! Eu respondo: Sim, também fazemos cirurgias para correção de fraturas de nariz, fraturas de face, e outras!” Risos

Muitos dentistas têm feito cursos de harmonização facial para melhor atender os pacientes, diz o Dr. Bruno Chagas, especialista em Cirurgia Buco Maxilo Facial.

"O Cirurgião dentista tem total capacidade de fazer esse tipo de procedimento, pois é o profissional que mais cuida dos detalhes da face e boca. Claro, precisa se atualizar, estudar bastante, fazer o correto e trabalhar com amor a profissão e muito respeito ao paciente, para que nada saia errado, e se houver alguma intercorrência, saber reverter", diz o especialista.

Assim como em outras classes, existem os maus profissionais e os bons.

O paciente deve procurar sempre o profissional mais habilitado e de confiança e jamais deixar se levar pelo preço barato oferecido.

"Alguns colegas médicos estão contra os dentistas fazerem esse tipo de procedimento, alegando, através de redes sociais e jornais, que muitos erros estão ocorrendo em alguns procedimentos realizados por dentistas. Os erros podem acontecer com qualquer profissional, independente da classe. Porém, temos que ter sabedoria e conhecimento científico e prático para reverter à situação. Por isso o estudo é necessário."

O campo está aberto para todos que são legalmente amparados pelos seus respectivos conselhos, portanto temos que nos respeitarmos e principalmente respeitar o paciente.

Em vários países a Odontologia faz parte da Medicina, inclusive na Europa, ou seja, são profissionais igualmente capacitados, apenas separados por conselhos de categoria.

De acordo com o Cirurgião Buco-Maxilo Facial Bruno Chagas, o cirurgião-dentista tem em sua formação curricular conhecimento amplo da Anatomia de cabeça e pescoço, Patologia, farmacologia e Fisiologia para executar técnicas e trabalhar com embasamento na face e estruturas anexas.

Na lei constitucional que regulamenta o exercício da Odontologia no Brasil (Lei 5.081 de 24 de agosto de 1966) é descrito que compete ao Cirurgião-Dentista:

– Prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo, indicadas em Odontologia.

O uso do Botox e a aplicação de preenchedores faciais não são considerados procedimentos cirúrgicos, porém a curva de aprendizado varia de médio a longo prazo.

O Dr Bruno Chagas refere que levou quatro anos para se graduar, mais três anos de pós graduação (residência hospitalar) em Cirurgia Buco Maxilo Facial, um ano de atualização e mais três anos de aperfeiçoamento realizados em alguns países como Emirados Árabes, Estados Unidos e Letônia, além de cursos na área de estética oral e facial, e que isso lhe deu gabarito e o habilitou para atuar nesta modalidade.

"O conhecimento anatômico da face que nós, cirurgiões dentistas, possuímos, nos capacita a fazer aplicações com preenchedores, pois fazemos procedimentos bem mais invasivos, como por exemplo, a Cirurgia Ortognática, enxertos e Ostoplastias", cita o cirurgião.

Serviço: Dr. Bruno Chagas

Cirurgião Buco Maxilo Facial




Comentários