Mundo comemora a Semana de Aleitamento Materno

Publicado em 06 de agosto de 2018
Mundo comemora a Semana de Aleitamento Materno Foto: Divulgação Mundo comemora a Semana de Aleitamento Materno Fonte: Divulgação

Em agosto, normalmente no início do mês, comemora-se a Semana Mundial de Aleitamento Materno que faz parte de uma história mundial focada na Sobrevivência, Proteção e Desenvolvimento da Criança. Criada em 1948, pela Organização Mundial de Saúde, por conta da preocupação com a mortalidade infantil, a semana é considerada como veículo para promoção da amamentação. Essa ação resultou em um documento adotado por organizações governamentais e não governamentais, assim como, por defensores da amamentação de vários países, entre eles o Brasil.

No Brasil, o Ministério da Saúde coordena a Semana Mundial de Aleitamento Materno desde 1999. Sendo responsável pela adaptação do tema para o nosso País e elaboração e distribuição de cartaz e folder. Tem o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs. Este ano, a campanha tem como tema “Amamentação é a Base da Vida”.

RIO DAS OSTRAS - Em Rio das Ostras, o município também se uniu à corrente internacional de apoio ao aleitamento, na Semana da Amamentação, que será realizada entre os dias 6 e 10 de agosto.

A programação inclui atividades nos postos municipais de saúde e a Hora do Mamaço, no dia 10, às 14h, na Casa de Cultura, no Centro.

Durante a Semana da Amamentação, os profissionais vão promover atividades de orientação nas unidades de saúde, em rodas de conversa, transmitindo ao público os benefícios da amamentação.

A Prefeitura de Rio das Ostras mantém políticas sociais e de saúde de incentivo ao aleitamento. A Secretaria de Saúde conta com um ambulatório de amamentação que oferece orientação prática e teórica no manejo do aleitamento.

HORA DO MAMAÇO – A programação culmina, na sexta, 10, com a Hora do Mamaço, quando várias mulheres irão amamentar seus filhos, ao ar livre, na Casa de Cultura. O evento acontece em muitos lugares do mundo, com a proposta de defender a amamentação livre.

Aprendendo, ensinando, trocando afeto e informações, participam do Mamaço famílias, profissionais de saúde e comunidade, para mostrar apoio à causa. O evento apresenta também uma exposição fotográfica com imagens dos cinco anos de realização da Hora do Mamaço em Rio das Ostras.

TIRE DÚVIDAS E CONFIRA AS DICAS

A maioria das pessoas já ouviu falar sobre a importância do aleitamento materno. Mas, na prática, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o assunto. Para se ter uma ideia, estima-se que ele possa evitar 13% das mortes em crianças menores de 5 anos, por causas preveníveis, em todo o mundo.

Além disso, a amamentação, mais do que um meio de alimentação, é o primeiro contato físico entre mãe e filho, e também uma das principais formas de fortalecer este importante vínculo familiar e de amor nos primeiros meses de vida do bebê.

LEITE IDEAL - Assim como todas as espécies de mamíferos produzem o leite ideal para o desenvolvimento de seu filhote, a espécie humana não é diferente: produz o leite ideal para o bebê.

PROTEÇÃO CONTRA DOENÇAS - O leite humano possui inúmeros componentes do sistema imunológico, o que o torna extremamente importante na prevenção de infecções e alergias. “IgA, Igm, IgG, macrófagos, linfócitos T são alguns destes fatores de proteção. Podemos dizer que o leite materno é a primeira vacina que a criança recebe para protegê-lo de inúmeras doenças.

FORTALECIMENTO DO VÍNCULO MÃE-BEBÊ - Outra grande importância do aleitamento materno é o fortalecimento do vínculo mãe-filho, que se inicia tão logo a criança nasce e é colocada pele a pele com sua mãe.

BENEFÍCIOS PARA A MÃE - Para a mãe, o aleitamento na primeira hora pós-parto, ajuda a contração do útero e redução do sangramento pós-parto. As mãe que amamentam também têm menor risco de terem câncer de mama.

FASES DO ALEITAMENTO MATERNO

Sabia que o leite materno muda de composição, coloração, consistência durante o período de amamentação? Conheça as variações que ocorrem:
Primeira fase: “chamado de colostro, nos primeiros quatro a cinco dias, é um leite mais fluído, rico em água e proteínas e células de defesa”, explica Fábia.
Segunda fase: é chamado leite de transição. Apresenta maior volume por mamada se comparado ao colostro. É a fase em que o leite sofre alterações nutricionais gradativas entre as características do colostro para o leite maduro.
Terceira fase: o leite é chamado de maduro. Essa fase se inicia por volta do 10º dia. O leite já conta com mais gordura em relação ao colostro e que, portanto, vai dar maior sensação de saciedade e aumentar a velocidade do ganho de peso.

ALIMENTAÇÃO DURANTE O PERÍODO DE ALEITAMENTO

É importante que a mulher que está amamentando tenha uma alimentação equilibrada e com horários regulares. Algumas dicas para uma alimentação saudável são:

- Um bom café da manhã: com cereais ou pães integrais, queijos magros e sucos naturais.
- Lanche da manhã: uma fruta é uma boa dica.
- Almoço completo: por exemplo, com arroz ou batata ou massa, feijão, legumes, verduras e carne magra.
- Lanche da tarde: pode-se repetir alimentos do café da manhã, por exemplo.
- Jantar: uma refeição completa, por exemplo, com arroz, legumes, verduras e carne magra.
- Ceia: uma fruta ou um iogurte natural com cereal integral.

DOAÇÃO - Nem todo mundo tem conhecimento, mas, nos dias de hoje, os bancos de leite humano regularizam a função da antiga “ama de leite”, já que não é permitido distribuir leite humano sem que ele seja pasteurizado para garantir tanto a saúde da mãe doadora como a do bebê.

Para ser doadora, a mulher deve: - Estar amamentando seu bebê;
- Não ter nenhuma doença que contraindique a amamentação;
- Estar produzindo leite mais do que seu bebê necessita;
- Fazer essa doação gratuitamente;
- E, preferencialmente, não ser fumante.




Comentários