Rio das Ostras trabalha na atualização do programa de geoprocessamento de dados

Publicado em 01 de junho de 2018
Rio das Ostras trabalha na atualização do programa de geoprocessamento de dados Foto: Divulgação

Pensando numa gestão eficiente e moderna em relação ao processamento de dados das secretarias municipais, a Prefeitura de Rio das Ostras, por meio da Secretaria de Gestão Pública, está fortemente engajada na atualização de seu Sistema de Informação Geográfica – SIG, conhecido programa de Geoprocessamento.

Esta semana, servidores da secretaria estiveram em Niterói para conhecer o Sistema de Gestão de Geoinformação – Sigeo, de onde trouxeram informações importantes para o desenvolvimento do projeto em Rio das Ostras.

De acordo com a secretária de Gestão Pública, Rosemarie Teixeira, a atualização da base de dados além de proporcionar a integração das secretarias municipais, vai facilitar na tomada de decisões do gestor da cidade, tendo em vista que o usuário externo também terá acesso dentro da plataforma.

“O programa trabalha informações importantes que pontuam uma visão para o município como um todo, e que vão auxiliar em diversos fatores, como a Segurança Pública e o Plano Diretor, que são primordiais. É um conceito de cidade inteligente, que também deixa a população conectada e informada, com uma maior interligação com a gestão”.

O SIG vai ajudar a trazer indicadores de expansão urbana, questões ambientais, mapeamento dos cadastros imobiliários e mobiliários, entre outros.

Segundo o inspetor da Secretaria de Segurança, Paulo Porto, que conheceu o projeto de Niterói, a atualização de dados é de grande valia para auxiliar na tomada de decisão, uma vez que o crescimento populacional trouxe grandes desafios para a administração municipal.

“A partir desse sistema que utiliza uma base de dados, como por exemplo dos registros de ocorrência da Guarda Municipal e do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, facilitará para obtermos informações mais precisas e no planejamento estratégico de combate à violência no município”, acrescentou o inspetor.

Para o assistente da secretaria, Milton Barreto Teixeira, o sistema de Niterói é um caso de sucesso e essa troca de conhecimento foi de suma importância. “Já estamos trabalhando nessa atualização e com certeza as informações que adquirimos vai agregar muito valor nesse projeto para o município”, concluiu o servidor.




Comentários