Blog da Brigitte

A INFIDELIDADE

Publicado em 07 julho de 2017
A INFIDELIDADE Foto: Divulgação A INFIDELIDADE Foto: Divulgação

Estou cansada de ouvir que jornalista é fofoqueiro de luxo. Quando falamos dos profissionais que se dedicam a colunas sociais então, aí é que o rótulo fica estampado. Quero ratificar que não sou fofoqueira. Não tenho culpa se as informações chegam pra mim de maneira mais direta do que para as outras pessoas.

Para exemplificar essa questão, vou falar de uma vez que publiquei uma notinha na minha coluna no Jornal PRESS, quando ainda era edição impressa, relatando a separação de um casal conhecido por conta da infidelidade do marido. Claro que não publiquei o nome dos personagens porque ambos eram conhecidos na cidade. Na época, Rio das Ostras contava com uma população bem menor e quase todo mundo se conhecia.

Pois bem, pouco tempo depois que o jornal foi distribuído na cidade (diria que menos de 16 minutos depois), me telefone não parou de tocar com as pessoas querendo saber quem era o casal que havia se separado e, principalmente, o nome do marido infiel. É claro que não divulguei os nomes em nome da ética jornalística e respeito as minhas fontes (bons tempos aqueles em que jornalista se escrevia com “J” maiúsculo).

O mais curioso foi ver as pessoas, quando vinham falar comigo, especulando sobre o nome do casal. Uns me diziam que era fulano porque ele tinha sido pego com a amante em Costazul. Outros que o infiel era ciclano porque todo mundo sabia que ele traía a esposa com a vizinha no Nova Cidade. Teve até uma pessoa me dizendo que, na verdade, era beltrano que traía a esposa de mais de 30 anos com a melhor amiga...

O engraçado é que ninguém acertou quem era o casal que havia se separado e que era a referência em minha nota. Com isso, acabei sabendo de mais três homens infiéis que traíam suas esposas (um desses novos até já tinha se engraçado para o meu lado, mas eu não dava confiança...).

Por essas e outras cheguei a conclusão de duas coisas: a primeira é que a informação chega na hora certa para quem trabalha sério. Isso não é fofoca, é informação detalhada e continuada. A segunda é de que a traição e a infidelidade é inerente ao ser humano. Muitas pessoas cometem adultério, não se arrependem e não estão nem aí. O que importa é o momento e batem no peito dizendo que diferenciam de casos, sexo e amor. Pobres infiéis, não sabem o que dizem e muito menos o que fazem.

O amor sempre vai valer a pena. Se não valer o sacrifício, pode ter certeza... não era amor. E o jornalismo.... ah! Que saudade do bom jornalismo e do idealismo da profissão....


Comentários

Brigitte Belmont

brigitte@jornalpress.com.br
Brigitte Belmont é jornalista, publicitária, relações pública, fotógrafa, colunista, redatora, revisora, radialista, apresentadora, produtora, modelo, atriz, diretora, escritora, web designer, pintora, artesã, atleta, maravilhosa, esplendorosa, magnífica, inteligente, poderosa, modesta e mulher presente nas mais variadas e distintas situações para mostrar que a cidade não para e está sempre em movimento.

Compartilhe...