Blog da Brigitte

AI QUE FOME!

Publicado em 21 de abril de 2017
AI QUE FOME! Foto: Divulgação AI QUE FOME! Foto: Divulgação

Gente estou trabalhando até mais tarde para poder aproveitar o feriado prolongado. Já escrevi um roteiro, dois textos, fiz a produção de um ensaio fotográfico, acompanhei a entrevista de dois assessorados para uma TV, gravei dois spots para rádio e estou fazendo essa crônica para a coluna. O pior é que o trabalho não para... Ainda vou acompanhar a edição de um Jornal até de madrugada.

O problema é que estou com uma fome enlouquecedora. O problema maior é que aqui no escritório não tem nada para comer. Minha assistente não avisou que a geladeira estava vazia, zerada mesmo, porque a nossa ajudante tirou tudo para limpar. Na bancada onde ficam pães, croissant, baguetes, bolachas e biscoitos, só encontro migalhas. Nem mesmo a minha colega de trabalho que guarda biscoitos de gergelim com linhaça e semente de girassol tinha nada na gaveta. Vasculhei a minha bolsa como se fosse uma expedição de Jacques Cousteau ao fundo do mar e não achei nada. Não tinha bala, não tinha chiclete, não tinha nem um bombom mordido para contar a história.

Ai meu Deus, o que fazer? Já sei... vou pedir pela internet. Não sei se peço um sanduíche ou uma pizza. A decisão será após saber qual fará a entrega mais rápida. Pelo que já apurei, a média de tempo é de 90 minutos.

Pelo sim, pelo não vou pedir os dois. É melhor garantir a madrugada que será longa.... A partir da semana que vem estarei recebendo doações de guloseimas..... Ah! Já ia me esquecendo... como porque posso, já que o meu corpo é perfeito...


Comentários

Brigitte Belmont

brigitte@jornalpress.com.br
Brigitte Belmont é jornalista, publicitária, relações pública, fotógrafa, colunista, redatora, revisora, radialista, apresentadora, produtora, modelo, atriz, diretora, escritora, web designer, pintora, artesã, atleta, maravilhosa, esplendorosa, magnífica, inteligente, poderosa, modesta e mulher presente nas mais variadas e distintas situações para mostrar que a cidade não para e está sempre em movimento.

Compartilhe...