Blog da Brigitte

Saudade

Publicado em 12 de junho de 2015
Saudade

O que é uma saudade? De acordo com o Aurélio, saudade significa s.f. Recordação suave e melancólica de pessoa ausente, local ou coisa distante, que se deseja voltar a ver ou possuir. / Nostalgia. / E para você, o que é saudade?

Uns dizem que a saudade é uma dor que dói no peito, outros que a saudade é um desejo recolhido e tem aqueles que juram que a saudade é um sentimento próximo do amor, de recordação....de saudade.

Tenho saudade do meu tempo de criança, da minha primeira boneca, do meu primeiro vestido, do meu primeiro amor, do primeiro beijo roubado (esse foi dentro do cinema, com a boca cheia de chocolate....um beijo tão intenso que a marca do batom se misturou com o chocolate e espalhou por quase toda a parte de baixo da minha roupa).

É óbvio que sinto saudade do meu primeiro namorado. Como era puro o amor naquela época... lembro que chorava rios de lágrimas a cada briga porque havia perdido o meu "único e verdadeiro amor"....
Também sinto saudade da minha avó e do meu avô, mas quem não sente?

Sinto saudade das sessões de Tom & Jerry que minha mãe me levava aos domingos de manhã. É verdade, antigamente, tinha filme de manhã no domingo. Sinto saudade da Dodge Dart que meu pai tinha e que eu achava o máximo, um carro grande que eu brincava de me acabar e tomava broncas por mexer em tudo. Ah, naquele tempo nós andávamos sem cinto de segurança e nem sonhávamos com air bag.

Outra coisa me deixa roxa de saudade é da bala Boneco (uns bonequinhos rosinhas que vendiam antigamente), bala Soft (quem nunca engoliu uma Soft inteira e chorou pensando que ia morrer, não teve infância...), bala Quem Quem (uma bala antiga de amendoim), Q-Suco de uva (lembram do Jarrão?), Mirabel (estão tentando voltar com o lanche Mirabel, mas não é a mesma coisa...).

Sinto saudade do tempo em que eu brincava de pique, pulava corda e elástico o dia inteiro na rua, principalmente nas férias. Dos disquinhos coloridos das histórias infantis (a geração de hoje pode não saber, mas antes haviam compactos, um mini disco de vinil com apenas uma ou duas músicas. No meu caso, lembro das histórias de Chapeuzinho Vermelho, Cinderela e outros personagens....todos com cores bem vibrantes.

Sinto saudade da Turma do Manda Chuva, do Urso do Cabelo Duro, da Tartaruga Touché, do Pepe Legal e de tantos outros desenhos inocentes que meus sobrinhos nem sonham.

Não sei porque estou escrevendo sobre saudade, acho que foi a nostalgia que resolveu me visitar em um sonho lindo onde eu ainda era uma pequena, linda e maravilhosa criança....

Oh tempo bom que não volta mais...



Comentários

Brigitte Belmont

brigitte@jornalpress.com.br
Brigitte Belmont é jornalista, publicitária, relações pública, fotógrafa, colunista, redatora, revisora, radialista, apresentadora, produtora, modelo, atriz, diretora, escritora, web designer, pintora, artesã, atleta, maravilhosa, esplendorosa, magnífica, inteligente, poderosa, modesta e mulher presente nas mais variadas e distintas situações para mostrar que a cidade não para e está sempre em movimento.

Compartilhe...