Blog da Brigitte

Todo dia é dia da mulher

Publicado em 08 de março de 2016
Crise e TPM Foto: Beatriz Levischi Todo dia é dia da mulher Foto: Divulgação

Sinceramente não consigo entender essa história de Dia Internacional da Mulher. Vivemos todos os dias as mesmas batalhas, as mesmas alegrias e temos os mesmos problemas.

Somos mulher, mãe, filha, empregada, esposa, namorada e profissional todos os dias. Trabalhamos em casa, trabalhamos na rua para ajudar no orçamento familiar, administramos problemas, cozinhamos, cuidamos dos filhos, atendemos ao marido, ajeitamos as coisas nas casas dos nossos pais e ainda estamos prontas para ser mulher de verdade.

Por conta disso, o Dia da Mulher não pode ficar restrito à 8 de março. Na minha opinião, deveria ser comemorado todos os dias de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro.

Não pense que sou uma daquelas feministas que, um dia, queimaram sutiãs nas ruas porque não sou. Sou realista, apaixonada e mulher que sonha e busca o seu espaço na sociedade como qualquer outra pessoa, independente do sexo, da cor, do credo e da raça.

Mas apesar desse discurso ufanista, é claro que, como mulher, adoro ser paparicada tanto no dia 8 de março como em todos os dias do ano. Adoro quando me elogiam, quando abrem a porta do carro para eu entrar, quando me mandam flores, quando ganho cafuné (nesse caso, me derreto toda) e quando recebo todo e qualquer tipo de carinho.

Hoje em dia, me considero uma autêntica representante do sexo feminino... mulher com M maiúsculo. Não sou subestimada, nem superestimada. Sou normal.

Sou uma cidadã como todas as outras. Cozinho, trabalho, depilo, malho, namoro, maqueio, cuido dos amigos e amigas e não deixo nada para trás.



Comentários

Brigitte Belmont

brigitte@jornalpress.com.br
Brigitte Belmont é jornalista, publicitária, relações pública, fotógrafa, colunista, redatora, revisora, radialista, apresentadora, produtora, modelo, atriz, diretora, escritora, web designer, pintora, artesã, atleta, maravilhosa, esplendorosa, magnífica, inteligente, poderosa, modesta e mulher presente nas mais variadas e distintas situações para mostrar que a cidade não para e está sempre em movimento.

Compartilhe...