Blog da Brigitte

Vaidade

Publicado em 14 de outubro de 2015
Crise e TPM Foto: Divulgação

A vida nos apresenta algumas situações tão estranhas que nos deixam impressionadas. O pior é quando essa situações são oriundas de impasses ou simples futilidades por conta de vaidades. Por falar em vaidade, me recordei de uma cena do maravilhoso filme "O Advogado do Diabo" (Esse filme é com Al Pacino interpretando o próprio e Keanu Reeves fazendo o papel de um advogado, que na verdade é o filho do próprio), onde a cena final diz que a vaidade é o maior dos pecados humanos.

Dei uma lida no "Pai dos Burros", como minha Vó Cotinha chama o dicionário e vi que a palavra vaidade significa: 1 Qualidade do que é vão, inútil, sem solidez nem duração. 2 Fatuidade; ostentação. 3 Sentimento de grande valorização que alguém tem em relação a si próprio. e 4 Futilidade.

Acho que, realmente, todo ser humano é um pouco vaidoso. Eu sou! Mas simplesmente no sentido estético, quando quero ficar cada vez mais bonita (será que isso é possível?). Escolher roupas elegantes, da moda, degustar bons pratos e deliciosos vinhos também podem se enquadrar no quesito de "vaidade branda", que não afetam ninguém.

Agora, quando a vaidade de uma pessoa chega ao nível de prejudicar um trabalho de um grupo inteiro..... ah! aí já é demais né... Vamos deixar a vaidade de lado e viver de forma plena....chega de intrigas, mentiras e mesquinharias.

Respeite o próximo, mesmo que ele tenha inúmeros defeitos. O que importa é você estar bem com sua consciência.... e nada mais... No fundo, mas bem no fundinho, a minha vaidade é com os cremes de beleza importados para o rosto. Qual é a sua?



Comentários

Brigitte Belmont

brigitte@jornalpress.com.br
Brigitte Belmont é jornalista, publicitária, relações pública, fotógrafa, colunista, redatora, revisora, radialista, apresentadora, produtora, modelo, atriz, diretora, escritora, web designer, pintora, artesã, atleta, maravilhosa, esplendorosa, magnífica, inteligente, poderosa, modesta e mulher presente nas mais variadas e distintas situações para mostrar que a cidade não para e está sempre em movimento.

Compartilhe...